Como nasceu a Flesha?

A Flesha - Federação Latino-Americana de Empresas. de Serviços de Limpeza e Afins - foi criada em 24 de março do ano 2000, em Montevidéu, Uruguai.

A semelhança de situações políticas, econômicas e sociais entre Brasil, Uruguai, Colômbia, Venezuela, Argentina, Chile, México, Guatemala, Costa Rica e Panamá, foi fator predominante para que esses países se juntassem em favor de um único objetivo: melhorar a qualidade dos serviços prestados pelas empresas de limpeza, asseio e conservação na América Latina.

Entre as semelhanças estão a exagerada política intervencionista do Estado, a legislação trabalhista ultrapassada, retrógrada e paternalista, a excessiva carga tributária e a irreversível globalização da economia.

Representantes dos dez países membros estiveram presentes na solenidade para concretizar uma idéia que surgiu na década de 80: fundar uma Federação capaz de unir os interesses comuns e estreitar o relacionamento entre os empresários ligados ao setor de conservação, limpeza e defesa ambiental da América Latina, possibilitando maior intercâmbio e permanente troca de experiências.

Foi quando os empresários Ricardo Costa Garcia (Brasil), Júlio Calimaris (Uruguai), Franklin Retally (Panamá), Sérgio Rosales (Guatemala), Norberto Peluso (Argentina), Yannet de Spirito Prado (Chile), Laura Pascua Aguilar (Colômbia) e Maurício Chico Cañedo (México) criaram a Flesha.

Voltar à Página Principal